4.5.17

DIÓGENES



VENTURA PICASSO
O Cínico, nasceu em Sinope, por volta de 404 a.C..

O filosofo é lembrado por acreditar na virtude das ações concretas, e não nas teorias abstratas. 
Portal Libertário Aoca

Seria ele o primeiro filosofo anarquista de nossa história?  

Diógenes de Sinope, caminhava durante o dia pelas ruas da cidade com uma lanterna acesa, à procura de um homem verdadeiro e honesto.

Imaginemos como Diógenes se comportaria hoje, em nossas Câmaras de Vereadores, Assembleias Legislativas e no Congresso Nacional?

A quantidade de partidos políticos encostados nas bancadas governistas, associados aos meios de comunicações, obtendo vantagens monetárias e cotas de cargos comissionados, mídias que embaçam a realidade, deixando o eleitor desnorteado, tendo como propósito a subtração de tudo o que o poder político possa oferecer. 

Todos os legisladores, vereadores, deputados estaduais federais e senadores, assumem a responsabilidade, frente à Constituição Federal e ao eleitorado, de fiscalizar o executivo. 

Na pratica, eles não fiscalizam, apenas protegem o executivo traindo o eleitor.

A cada eleição municipal, com seus cabos eleitorais e publicitários especialistas, elegem 5.568 prefeitos. 

57.931 vereadores, lutam por uma vaga na câmara utilizando tudo o que for possível para alcançar o coeficiente necessário para ocupar a tão sonhada cadeira.
 
À primeira reunião, após a contagem dos votos, o loteamento.

O eleitorado, em sua maioria, não enxerga a realidade. As bancadas do governo, quando maioria, obtém vitórias em todos os projetos.

As oposições votam contra as propostas do governo, sejam necessárias ou supérfluas. 

Os dois lados das fileiras políticas agem contra o povo, que anestesiado não reclama o sufrágio dado, em troca do bem estar social, ao vulgo defensor da sociedade. 

Quero lembra-los que não me refiro ao traidor Temer, ou aos ministros corruptos que representam uma minoria desonesta. 

Quero alertá-los que para os 5.568 prefeitos, existem 57.931 vereadores com suas cotas de comissionados.

“Quanto mais procuro por homens honestos, mais admiro meus cães”, Diógenes de Sinope.

 1768