31.5.12

Censura no FACEBOOK

quinta-feira, 31 de maio de 2012
“Depois da intolerância do Google/Blogspot de deletar blogs, agora o Facebook bloqueia usuárias que mostraram seios na ‘Marcha das Vadias’. Todos os perfis das ‘vadias’ foram bloqueados.”
Por Elenilson Nascimento


Você sai de casa com um vestido curto e passam a mão na sua bunda. Você conta para um amigo que “naturalmente” diz: "Mas também, né, com uma roupa dessas". Como assim? Nunca aconteceu com você? Apostamos que sim. E é por isso que manifestações como a “Marcha das Vadias” é mais uma boa ideia de dizer que algo está errado na nossa hipócrita sociedade. Acabar com essa história de que mulher estuprada (*sim, isso é um assunto é seríssimo) provocou isso. E, claro, com essas historinhas mais simples que acontecem todos os dias. Com todo mundo.
Mas o que ainda me preocupa muito não é o incômodo que essas manifestações provocam nas pessoas, mas a maneira como alguns reagem. Na rede social, por exemplo, libera o que as pessoas têm de pior no ser humano. Esse ano participei de uma palestra num colégio particular de classe média. Um adolescente disse, ao microfone, que o Facebook deveria ser fechado para quem tivesse ensino superior e poder de compra. Resultado: quase fui vaiado pela plateia porque discordei solenemente do Pókemon. Ele me chamou de hipócrita e disse: “Você não quer conviver com a sua empregada nas redes sociais. Você não quer abrir o seu perfil e encontrar um cara pobre mostrando um monte de fotos de parentes igualmente feios na internet.”.


Sai daquele lugar horrorizado com tanta ignorância, pois muitos não percebem que não há dissociação entre as vidas on-line e off-line. As pessoas agem como se fossem duas, como se tivessem adquirido um manto virtual, além de que muitos deles ainda acham que podem falar o que quiserem.
Contudo, essa semana, depois da “Marcha das Vadias”, no último sábado, várias mulheres que publicaram fotos em que apareciam com os seios à mostra em prol do movimento tiveram suas contas bloqueadas pelo Facebook. A notícias foi divulgada em vários canais importantes de comunicação do Brasil, mostrando mais uma vez que não estamos preparados para respeitar a opinião dos outros.
Várias amigas que participaram da manifestação mandaram mensagens informando que tiveram seus perfis bloqueados e ficaram impossibilitadas de interagir na rede social temporariamente. Segundo elas, está sendo impossível entrar no Facebook e compartilhar qualquer tipo de conteúdo no site.
Entrei em contato com a administração do Face e fui informado que, segundo os padrões da comunidade da rede social: "O Facebook tem uma política rígida contra o compartilhamento de conteúdo pornográfico e impõe limitações à exibição de nudez". Ainda segundo a publicação, para a foto ter sido excluída – e a usuária, bloqueada-, pelo menos um usuário denunciou a publicação das fotos no site. Para definir o que pode ou não ser considerado pornográfico ou nudez, cada caso é avaliado separadamente. Só acho impossível o Face avaliar perfil por perfil para saber que vai ser bloqueado ou não.
Em suma, muitos dos preconceitos que aparecem na internet já fazem parte da nossa sociedade, mas eles se tornam mais explícitos na rede. A internet obriga o contato com quem é diferente, e isso faz com que as ideias entrem em choque. Pessoas de opiniões diferentes compartilham círculos em comum, e é por isso que as pessoas por não verem com quem estão interagindo tendem a ser mais agressivas. Isso pode ser muito conflituoso, mas ainda gera interação.
No caso das contas bloqueadas no Face, a rede social diz que "se você encontrar algo no Facebook que considerar uma violação aos nossos termos, informe-nos". Apesar do pedido, há a ressalva que "denunciar um conteúdo não garante que ele será removido do site". A “Marcha das Vadias” teve por objetivo chamar a atenção para os diversos tipos de violência sofridos pelas mulheres. Procurada novamente pelo LC, a empresa, dessa vez, não quis se pronunciar. A assessoria de imprensa disse que o Facebook não se manifesta sobre casos específicos. Tá bom! 
imagens: divulgação
Postado por Elenilson Nascimento às 14:18

5 comentários:

Célia Rangel disse...

Sabe que não sei mais o que é certo? Comentar, aderir ou se calar! Até porque o exemplo em nossos altos comandos é SILENCIAR... Então... passa-se pelo jargão popular: " O que o olho viu, a boca piu..." E, rimos assim da liberdade de expressão!
Abraços, Célia.

Ventura Picasso disse...

Pois é Célia;
São os 'departamentos' democráticos que regem a alegria de quem obedece e confunde capitalismo com democracia. Aí vive a liberdade de expressão, apenas desfrutada por quem manda e pode, sem regras ou controle social; quem não pode, ri!
kkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Abração, Picasso.

Célia Rangel disse...

... é Picasso... manda quem pode obedece quem tem juízo... [rsrs]
Abraço, Célia.

Heitor Gomes disse...

Se até a minha erudita"sagrada Boceta" foi censurada, que dira uns inocentes peitinhos. Acho que os sensores são todos assexuados. Abraços. Heitor Gomes.

Elaine Crespo disse...

Oi Ventura!

Eu não sabia que a Macha das Vadias tinha dado problema pra quem participou no Facebook, mas eu na minha opinião vale tudo nua hora de denunciar ou exigir da sociedade respeito. E publicar os seios não é abuso nenhum.

Existe um filme " As garotas do Calendário" Em que senhoras de uma cidade no interior da Inglaterra posam nuas para angariar fundos para o hospital da cidade. Trata-se de uma história verídica.


Bem um bom dia!

Beijos

Elaine Crespo